Quatro tipos de leitura da Bíblia

Existem pelo menos, quatro tipos principais de leituras da Bíblia; em minha opinião, eles se completam e não são necessariamente, excludentes. Porém, um dos quatro tipos  se comporta como se fosse o único tipo certo e aceitável a Deus e com isso, acaba por excluir os outros como não válidos.

A abordagem fundamentalista – Aqui a fé é sinônimo de que Deus tudo pode fazer; o texto bíblico caiu do céu, veio por inspiração divina, não contém erros e não se admite uma crítica (ainda que construtiva a ele); os critérios usados são “vale o que está escrito!” pois cada palavra da Bíblia é a palavra de Deus, logo, é infalível e imutável; o objetivos é que a leitura da Bíblia leve as pessoas à conversão.

A abordagem Dogmática – Aqui a fé é aceitar a doutrina correta e sem erros; o texto bíblico é a fonte de revelação; o critério usado é a leitura iluminada pelo Espírito Santo(na tradição católica, a tradição do Magistério entra como critério de interpretação); o objetivo é demonstrar que a iluminação do Espírito levará à correta interpretação(na tradição católica, leva-se em conta a interpretação do Magistério que deve ser a mesma do Espírito).

No método Histórico-crítico e de análise literária, ter fé é ver Deus presente na História dos homens; o texto bíblico é um texto literário popular antigo, formado de velhas tradições orais que tomaram forma escrita e foram agrupados em unidades maiores; o critério usado é o espírito crítico(científico) para analisar a literatura que temos em mãos e as circunstâncias daquilo que foi escrito; o objetivo é estudar a história e a literatura para descobrir a fé das comunidades onde se originou cada escrito.

A abordagem pelos 4 lados – a fé é olhar a vida de hoje com olhos de Deus; o texto bíblico é memória subversiva dos pobres animados pela fé. Releitura das tradições populares para responder a todos os (4) lados dos problemas de cada época e situação, numa visão de fé, em conflito com a ideologia dominante; o critério usado é a realidade dos 4 lados (social, econômico, político e ideológico) que ilumina a Bíblia e é iluminada pela Bíblia; o objetivo é iluminar a nossa vida e a do mundo pelos 4 cantos. A Bíblia é luz e luz deve iluminar, não enfeitar simplesmente.

Além desses, não poderia deixar de citar o tipo psicológico, um tipo de leitura que o  doutor Levi Bronzeado, companheiro participante da Confraria Logos e Mythos faz com maestria, ressoando as obras de Freud, Lacan, Jung, Erich Fromm e outros.

 

 

 

 

 

Sobre Eduardo Medeiros

O sentimento religioso não se confunde com a teologia. Deus é uma necessidade mas somente podemos concebê-lo através de imagens da linguagem. As imagens não são Deus, mas precisamos das imagens para perguntar sobre Deus.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

5 respostas para Quatro tipos de leitura da Bíblia

  1. Edu

    A Psicoteologia vem, com sucesso, de há muito, fazendo a abordagem bíblica de maneira que possamos entender a ambivalência dos nossos afetos paradoxais visando não a guerra e destruição de um dos pólos, mas a integração dos mesmos.

    A RESISTÊNCIA INTERNA contra o “novo”, a percebemos como uma ameaça à tradição, que não deseja a desconstrução dos nossos conceitos aparentemente imutáveis.

    Veja o que diz, brilhantemente, Karin Wondracek, uma das fundadoras do C.P.P.C. ( Centro de Psicólogos e Psiquiatras Cristãos), sobre uma passagem do N. Testamento, em que os discípulos ficaram admiradíssimos com a ousadia de Jesus em se aproximar e entabular conversa com uma mulher, junto a um poço.

    O que a psicanálise extrai do fato acima citado?

    Karin, dá a reposta:

    O nosso lado “discípulo”, mais tradicional, talvez se assuste com o rumo dos acontecimentos. Situações incomuns provocam ansiedade, pois não se encaixam nos moldes que fazem a separação entre assuntos puros e impuros, assim como a cultura da época, que separava mulheres e homens, samaritanos e judeus. Nosso lado mais zeloso, muitas vezes tenta impedir o contato do nosso lado perdido e impuro com a graça de Deus.
    Assim como os discípulos tentaram impedir que as crianças se aproximassem de Jesus, da mesma forma, a psicanálise mostra que a resistência e a repressão tentam impedir a pulsão de trazer à tona o que é precioso.

  2. Franklin Rosa disse:

    Edu, na verdade vc nos apresentou 5 tipos de leitura e, particularmente entendo que os dois primeiros contribuem mais para o desserviço do crescimento do ser humano como espécie em evolução do que própriamente uma abordagem que faça com que a criatura se relacione com a Divindade de maneira que isso lhe proporcione vida e resposta ou alento para as demandas dessa existência repleta de enígmas.

    Cara tem sido de um valor imenso pra mim os assuntos abordados tanto aqui no caminhos da teologia como na confraria dos hereges.

    ABAIXO A DITADURA DO DOGMATISMO E DO FUNDAMENTALISMO COMPANHEIROS!!! rsrsrs

  3. Bella disse:

    Amei Edu!
    Sincramente eu espero ter tempo para dedicar-me a este qui “No método Histórico-crítico e de análise literária”, rs,rs.

    Abraços.

  4. Mariani Lima disse:

    Edu, esse metodo histórico-crítico e de análise literária me parece o mais coerente e o método que se aproxima com aquilo que eu acredito. Sei que como vc disse um método não elimina totalmente o outro mas me parece muito forçados os métodos fundamentalista e dogmático.
    Devo confessar que atualmente tenho lido muito pouco o livro sagrado.
    Abraços, Fica com Deus!

    • Mari, eu não elimino os outros métodos, pois acredito que cada um deve procurar a leitura bíblica que lhe faça melhor sentido, ainda que seja a leitura fundamentalista. O que eu não aceito, é o fundamentalista dizer que só a sua leitura é a válida. Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s